sexta-feira, 24 de maio de 2013

Finish line à Esquerda

Em uma das várias conversas que tive com o Dalton Cabral ao longo dos últimos anos, não me recordo quando ou em qual delas, ele me dizia sobre o sentimento de se ouvir a frase "Finish line à esquerda".

Ela é dita por um ou dois voluntários quando você, de posse das pulseiras, pode finalmente adentrar por um pórtico estreito à área que dará acesso ao Pórtico principal do Ironman.

Será o último momento em que estará sozinho, antes dos aplausos e do merecidíssmo glamour do tapete, telão, fotógrafos e alguém dizendo em alto e bom som que "Você é um Ironman".

É o meu momento preferido, porque é ali que a gente se acerta com a gente mesmo e, por isso, se permite chorar um pouco por dentro antes de colocar todas as emoções para fora.

Esse pequeno portal  me lembra um trecho muito bonito da Biblia e que cito por licença poética.

"Porque é estreita a porta, e apertado o caminho que leva a vida, e poucos há que a encontrem" (Mateus 7:14).

Espero que os amigos em Floripa e os impetuosos Solomen tenham um domingo extraordinário.

Boa Sorte a todos!

Um comentário:

Luiz Claudio De Castro Jr. disse...

Grande Vagner,quando cheguei na avenida dos Búzios,olhei para o braço e vi as 2 pulseiras e a staff falou:"Finisher Line a esquerda",lembrei muito de seu texto e, realmente, naqueles metros acertei as contas comigo mesmo,com meus motivos e minhas convicções.Foi um dos momentos mais mágicos que passei na prova e lembrei que apesar de estreita a porta que levava àquele caminho,enfim havia conseguido encontrá-la e aquilo tinha um significado especial para mim,que ninguém além de mim mesmo poderia entender.Obrigado pelas suas palvras nesse belo texto antes do IM.