segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Semana de Treino e uma Intuição.


Justo eu, que sempre falo da "preguiça covarde", não tive coragem de fazer o pedal de domingo. Até levantei, mas fiz o que a gente nunca deve fazer nessa situação: pensar.

Você senta no sofá, pega a planilha e lê: "no máximo três horas BEM LEVE, descansando para Penha." Ai você pensa: nem o coach quer que eu vá treinar hoje

Claro que é mentira...mas pensei que, se eu podia pecar, aquele era o dia.

E voltei para cama.

Obviamente, dormi bastante e, quando levantei, pensei "putz, se eu tivesse ido pedalar, nessa hora já teria acabado"...

Essas coisas são típicas de pessoas disciplinadas. As vezes gostaria de não ser uma delas.

Bom, outra coisa muita estranha - tenho péssimo pressentimento para Penha. Estou cismado que meu pneu, que não furou ainda, vai me deixar na mão.

Ai fico pensando que ainda não testei esses pequenos cilindros de ar comprimido, que não tentei tirar o pneu da roda de carbono, que o Mr. Tuffy do pneu dianteiro pode estar podre e, será troquei (o traseiro furou minha câmara no Iron)?

Bom, eu troco pneu toda hora por conta do rolo. Nem acho coisa do outro mundo, mas essas malditos cilindros, nessas rodas de carbono....Sei lá, mil coisas!

Pois bem, não é que levantei hoje para dar uma olhada nas rodas de carbono e, pimba, tem um caco de vidro cravado no pneu?

E não é gente? Yo no creo en las brujas; pero que las hay, las hay

Bom, semana bacana. Voltei a treinar de manhã e a noite alguns dias na semana.

Mas treinos curtos, rápidos. A estratégia do Vinícius - está mantendo o condicionamento do Iron e investindo em velocidade/força.

Ganhei peso, mas estou mais forte - os treinos na água são intensos e me deixam com o tronco maior, assim como os braços. Agora entendo um pouco porque os caras que fazem Iron tem uma estrutura muscular e os caras de triathlon olimpico, outra.

Na segunda-feira, uma corrida pela manhã. Aquecimento, e 40 minutos, sendo 3 forte e 1 fraco. Mas não consegui levantar e encarar o frio! A solução foi encadear os dois treinos a noite na Runner. Encaixei uma boa natação, com um treino de 25 metros forte/25 fraco, 100 metros com palmar forte e 100 metros com pulbóia fraco. Depois, corri na esteira.

Na terça, rolo. O principal do treino: 45 minutos, sendo 2 minutos Big Gear de moderado a forte e um de descanso. Acho esse treino técnicamente muito importante, pois te dá consistência, um padrão de pedalada - não importa se você está em uma subida ou em reta, seu estilo de pedal é o mesmo.

Quarta-feira, estava frio - mas fui correr pela manhã no Campo de Marte. No caminho, menos covardes que eu, encontrei a Yeda (que encarou correr na rua segunda-feira) e, depois, o Sandro. Trocamos algumas palavras e toquei um treino de uma hora, intervalado. A noite, 50 minutos com palmar e pulbóia.


Quinta-feira, uma hora de bike, progressivo. Mas doeu - 20/20/20. Os últimos 20 você coloca no Big Gear e pedala forte. Coloquei um show da Tina Tuner na Holanda que gravei na Sky. Além de um excelente show rock, as meninas que dançam com aquela mulher...vou te contar! As vezes, a coreografia, com coisas típicas que ela fazia nos anos 60 e 80, é meio estranha, desengonçada, mas...não é que dá certo? Até ajuda você a ficar clipado com o pescoço erguido, tal como nos treinos outdoor. Mas as pernas ficaram dolorida...(vocês entenderam, certo! As minhas pernas gente!)

















Sexta-feira, natação novamente: 300 metros fraco/moderado/forte x 3. Bico.

Sábado, longo de 1:40. Levantei cedo e encontrei o Sandro fazendo o treino dele no Campo de Marte. Fiz um pouco o treino dele, um pouco o meu e terminei beleza.

A tarde, fui na cultura buscar a Triathlete Magazine. Aproveitei para comprar a biografia do Agassi (indicação da Cláudia e pela animação do Joel com o livro) e também "+ Corrida", do Rodolfo Lucena - que, apesar de poucas páginas lidas, estou achando excelente.





6 comentários:

Xampa disse...

Salve Bessa.
Cara, SP estava muito frio. Fora viajar com o chefe e ter que acomapanha-lo a noite, ainda tinha o frio para espantar dos treinos e a vizinhança da Augusta. Dei uma corrida leve na sexta e olhe lá. O negócio está meio parado. Mas, agora a minha preocupação é encaixar os treinos e depois pensar no que fazer.
Ontem, li 3 páginas do livro do Agassi ( tb fui na dica da Claudia ). Sem palavras. O começo já dá um sinal do que vem pela frente.

CANELAFINA disse...

Ontem no longao passei por um cara empurrando a bike, pneu furado. Não tinha o que fazer continuei correndo. Essa de levantar e voltar para a cama não pode acontecer mais cara. Vai cedo treinar e como disseste acaba mais cedo, sobra dia para outras coisas e até para descansar do treinol. Um aabração.
Eduardo |Mattos
Pelotas, RS

Vagner disse...

Falou tudo Eduardo!!!!

Joel dos Santos Leitão disse...

Vagner, vc vai se identificar muito com o Agassi em certos aspectos, pois ele começou a perceber que exigia muita perfeição em suas partidas, e isso simplesmente atrapalhava seu desempenho em momentos cruciais. Deixe fluir, my friend. Seja um pouco indisciplinado como o amigo aqui (mas só um pouco) e sorria, sem peso na consciência. Sua bagagem já lhe confere uma experiência única, e é tão raro você fazer algo assim que não fará diferença alguma.
Dê uma passada lá no blog e veja o que escrevi sobre o livro do Agassi. Ah, em tempo, me diga aí os números da Megasena, por favor... "Yo no creo en las brujas; pero que las hay, las hay"
Abraços,
@JoelMaratonista

Claudia disse...

Bessa, boa prova pra vc em Penha!
Não exija demais de você mesmo. Curta a prova! Estarei na torcida
beijão

Rodrigo disse...

Bessa, é importante a gente ouvir nossa intuição, mas não a use como desculpa para não treinar!